domingo, junho 06, 2010

Vergonha

Pois então.
Esta noite sonhei que o Eric Bana era um policial truculento e bêbado que queria me eliminar por causa dos meus superpoderes.
Na verdade ele é que tem superpoderes (aquece as coisas até elas virarem lava), mas a Claudia Raia, informante dele, me seguia há tempos e, por causa de um mal entendido, passou para ele a informação errada a meu respeito.
Eu nunca fui pedófila. Esse tipo de acusação pode arrasar a vida da pessoa. Especialmente se ela por contra própria já se arruína, esquecendo-se de vestir roupa antes de fugir pela cidade.
Em todo lugar que eu entrava, o Eric Bana sempre aparecia pouco depois, destruindo tudo.
Não sei como nem por quê, entrei num beco ao lado de um prédio que estava para ser implodido. Quando consegui fugir para o estacionamento de um supermercado, já era noite, e alguns troopers passaram por mim naquelas motoquinhas que voam. Estavam atrás do Eric Bana, que destruíra uma rua inteira com seus superpoderes, tentando me encontrar.
Foi difícil escapar, mas cheguei à escola de manhã, a tempo de encontrar meu namorado de 16 anos. Depois de constrangedores diálogos, levei um fora.
Montei numa motoquinha de trooper que estava estacionada no pátio e fui embora.

Agora, esclarecimentos: Não me lembro de jamais ter visto um filme com Eric Bana; não tenho um namorado de 16 anos; costumo vestir roupas antes de sair de casa; não entendo como a Claudia Raia usava aqueles penteados nos anos 80.
Para quem devo enviar a reclamação?

Um comentário:

Larissa Bohnenberger disse...

Ahahahahahahahahah!

Também tenho uns sonhos loucos, destes! Os meus costumas ser ainda mais sem pénem cabeça.

Bjs!